NOVOS MONITORES NO PETAR E CAVERNA DO DIABO

 Petar e caverna do Diabo ganham 43 novos monitores

Uma ação conjunta entre o Instituto de Geociências da Usp, promotor do 8º Curso de Monitores Ambientais do Petar e Caverna do Diabo,  em parceria com a Fundação Florestal,  Reserva da Biosfera da Mata Atlântica,  prefeituras de Iporanga e Apiaí e Parque Aventuras, somado ao apoio de vários professores e monitores voluntários, formaram 43 novos monitores ambientais para atuarem  na condução de turistas nos parques.

Foram 360 horas de curso, onde os alunos tiveram aulas teóricas e práticas desde geociências e biologia, até primeiros socorros e resgate.

MONITORES TERÃO QUE CUMPRIR 120 HORAS DE ESTÁGIO NOS PARQUES

A cerimônia de formatura que ocorreu em Iporanga no último dia 07/07/17,  credenciou os monitores para atenderem nestes dois parques que ficam no sul do Estado de São Paulo.  O evento contou com a participação de várias autoridades locais e representantes da Fundação Florestal e do trade turístico da região.  Desde então, os formandos deverão passar por 120 horas de estágio na unidade de conservação que irão atuar.  Esses novos monitores, além de conduzir os turistas, deverão atuar como agentes fiscalizadores cumprindo o papel fundamental de auxiliarem na conservação e preservação dos parques.

fotos: Junior Petar

Yes No