TRÁFICO DE PAPAGAIOS AUMENTA NO PERÍODO DE REPRODUÇÃO

175 filhotes foram apreendidos pela Polícia Ambiental em set/2017 num carro de passeio no Mato Grosso do Sul

Muitas pessoas nesta época de final de ano recebem de presente aves para serem bichinhos de estimação, como é o caso dos papagaios que são bichos dóceis e muito tranquilos para se domesticar. Sem saber, é nesse momento que os consumidores se tornam alvos fáceis dos traficantes de animais silvestres.

Papagaio-verdadeiro (Amazona aestiva)
by: Jair Moreira

 A reprodução do papagaio-verdadeiro (Amazona aestiva), espécie mais domesticada e mais traficada no Mato Grosso do Sul (MS), acontece normalmente entre os meses de agosto e dezembro. É exatamente durante esse período que a maior parte da venda ilegal dos filhotes de papagaios acontece. Em 2017, foram apreendidos cerca de 470 filhotes de Amazona-aestiva em quatro estados brasileiros, e a maioria foi no Mato Grosso do Sul. Fora os que passaram pela fiscalização, evidenciando o tamanho do problema para ser resolvido pelas autoridades competentes, informa a zootecnista Glaucia Seixas, membro da Rede de Especialistas em Conservação da Natureza.

Filhotes de papagaios apreendidos pela polícia ambiental

O transporte geralmente é de forma precária e sem cuidados especiais

Segundo Glaucia, o papagaio-verdadeiro por não ser uma espécie rara é comercializado por um valor menor, motivando os traficantes a capturarem em grande quantidade e venderem abaixo do preço dos criadouros regulamentados. A diferença de preços entre as aves legalizadas e as clandestinas, chega a ser até sete vezes menor que o praticado no mercado formalizado.

175 filhotes foram apreendidos pela Polícia Ambiental em set/2017 num carro de passeio no Mato Grosso do Sul

Muitos filhotes não sobrevivem ao serem transportados


Para a especialista que atua nas cidades de maior índice de apreensões de papagaios do Brasil /Glaucia Seixas, “papagaio feliz não fala, voa”!  Em vez de tê-los em gaiolas em casa, o interessante seria observá-los livres na natureza. Seria muito mais benéfico para todos, observá-los em seus voos, seu comportamento, ouvir seu canto,  num parque por exemplo. “Desta forma, as aves silvestres permaneceriam em seu habitat e nós seríamos agraciados pela interação com a natureza, que traz benefícios para nosso corpo, mente, além de ser uma importante lição de vida para os nossos filhos”. Finaliza Glaucia.

Papagaio-verdadeiro na natureza (by Roseanne Almeida)

Por outro lado, nem sempre ter um papagaio pode ser uma atividade ilegal. Em nosso país, é permitido por lei ter papagaios ou outros animais silvestres como bichinhos de estimação, desde que sejam legalizados pelos órgãos ambientais responsáveis, ou seja, adquiridos em criadouros regulamentados oficialmente.

Ibama faz soltura em GO de 140 papagaios em dezembro 2017

As pessoas podem presentear outras com papagaios plenamente dentro da lei, porém, é necessário que esses animais sejam legalizados, sendo interessante que se faça antes da compra, uma checagem sobre o registro no Ibama ou outros órgãos competentes, da situação do criadouro”. Além do fornecedor da ave ser obrigado a estar regularizado oficialmente, a ave deverá estar anilhada e chipada e também deve ser criada em cativeiro.


AVES SÃO DE GRANDE IMPORTÂNCIA PARA O MEIO AMBIENTE

Se você está pretendendo comprar um papagaio como animal de estimação, então fique atento à essas informações: Conforme Neiva Guedes (bióloga), membro da Rede de Especialistas em Conservação da Natureza, essas aves são importantes na natureza por serem polinizadoras e também pelo fato de serem conhecidas como “engenheiras ambientais”, pois seus ninhos são utilizados por outras aves posteriormente.

Há 20 anos, um projeto foi criado para garantir o bem estar desta espécie e trabalhar pela conservação desses animais e do ambiente onde vivem. O “PROJETO PAPAGAIO-VERDADEIRO” busca entre outras ações, gerar informações sobre o impacto do tráfico sobre as populações nativas e mobilizar a sociedade em colaborar no combate ao tráfico e conservar a espécie em seu ambiente natural

LINHAS DE ATUAÇÃO DO PROJETO

Basicamente o projeto trabalha com duas linhas de atuação: 1) Pesquisa científica: com ações que visam identificar a situação da espécie na natureza, tais como características dos ninhos, áreas de reprodução, crescimento dos filhotes, acompanhamento de filhotes após deixarem os ninhos, monitoramento dos filhotes de papagaios soltos e contagem em dormitórios para estimar a população.

2) educação ambiental: com ações de divulgação do projeto junto aos moradores e turistas das áreas onde o projeto é desenvolvido, objetivando estimular a reflexão, discussão e reavaliação de posturas frente à questão ambiental, a fim de fomentar ações compatíveis com a conservação da espécie e seu ambiente.
O projeto papagaio-verdadeiro concentra a maior parte de suas ações de pesquisa e sensibilização no bioma Pantanal, em Mato Grosso do Sul.

Educação ambiental faz parte do Projeto

Crianças em idade escolar são alvos do Projeto

Outro projeto de âmbito nacional que visa evitar a retirada de papagaios da natureza é o PROGRAMA PAPAGAIOS DO BRASIL.   Lançado em novembro de 2017, o projeto selecionou seis espécies de diferentes biomas e em diferentes graus de ameaça, para serem a bandeira das ações de conservação do programa: o papagaio-verdadeiro (Amazona aestiva), papagaio-charão (Amazona pretrei), papagaio-de-peito-roxo (Amazona vinacea), papagaio-de-cara-roxa (Amazona brasiliensis), papagaio-chauá (Amazona rhodocorytha) e papagaio-moleiro (Amazona farinosa).

As seis espécies estão contempladas pelo Plano de Ação Nacional para a Conservação dos Papagaios (PAN Papagaios) e, além do tráfico, sofrem com a redução de habitat. O Papagaios do Brasil irá seguir as diretrizes do Plano e tem ações previstas até 2021, entre atividades de educação para conservação da natureza, pesquisas e participação de instituições públicas e privadas.

O Programa conta com o apoio da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza e realização da Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem e Educação Ambiental (SPVS), Parque das Aves, Fundação Neotrópica, Associação Amigos do Meio Ambiente (AMA) e ICMBio/Cemave.

FILHOTES SÃO PESADOS E MEDIDOS PELOS RESPONSÁVEIS DO PROJETO PAPAGAIO-VERDADEIRO
VICTOR MORIYAMA

fontes: http://www.neomondo.org.br/inimigo-secreto-venda-ilegal-de-papagaios-estimula-pratica-que-poe-em-risco-a-especie/

Vídeo do lançamento do PROJETO PAPAGAIO-VERDADEIRO:

https://www.facebook.com/papagaiosdobrasil/videos/126501378018026/

 

Yes No